sábado, 25 de outubro de 2008

De sereno e prata


Todas as músicas eu fiz para você
Todas as luas que vivi são tuas
As lágrimas derramadas foram todas
A ausência do calor das mãos tuas
Nuas sobre o dorso de meu ombro
Vestido de sereno e prata

E o lampejo de um desejo que se fez em mim
Antes no passado, uma vez no presente
Quiçá em futuro
Era a busca da consagração ao lado teu

O desabrochar de meu corpo
A dor pela perda do outro
As noites frias insones
Meu coração é teu cânone

Minha inspiração, toda ela, eu dedico a ti

Agora sei que te amei
Desde a primeira vez
Mas você ainda não era meu
Precisava seguir mais um pouco

Agora vivo de esperar
O beijo terno
e a vontade então revelada
E enfim serei desvelada
Em cuidar do meu verdadeiro amor

Nas cidades por onde andei
E da humanidade que sorvi
Do vinho degustado
Do pôr-do-sol alaranjado
Sei, tudo que de bom vivi
Era para me preparar
para o tão esperado encontro

Merecer teu sentimento
Quem me dera!
Meu contentamento

Teu sorriso e o meu
Encontro e sintonia
Amor, fina iguaria

O vento em meus cabelos anelados
O gelo na boca em uma tarde de sol
O céu azul mais vívido
O balançar de uma rede em final de tarde
O banal e o trivial ao lado teu
Tudo enfim fará sentido
Quando então você disser a mim
Sou seu.

Um comentário:

Anônimo disse...

If you could give more detailed information on some, I think it is even more perfect, and I need to obtain more information!
runescape powerleveling