domingo, 12 de outubro de 2008

Cuide de mim

Não me deixe esquecer
De quem sou por favor
Não me deixe perder
A ternura com que existo
Não me deixa fenecer
Nesse mundo de brutos
Não me deixe mais só

7 comentários:

K. disse...

Passei por aqui [=

Lilian Haber disse...

Passe sempre :P

Oliver Pickwick disse...

E quem seria louco de cometer tresloucado gesto? ;)
Um beijo!

Anônimo disse...

Estar só é simplesmente acordar dentro do meu próprio mundo...

Parabéns Poetinha!

Abraços.

Anônimo disse...

Estar só é simplesmente acordar dentro do meu próprio mundo...

Parabéns Poetinha!

Abraços.

Anônimo disse...

It seems different countries, different cultures, we really can decide things in the same understanding of the difference!
nike shoes

Raquel Costa e Silva disse...

O melhor é cuidarmos de nós próprios!